beneficios-dos-exercicios-na-gravidez-01

A prática de exercícios na gravidez é essencial para a mulher se manter em forma, preservando a sua saúde e do bebê.

Outros 5 bons motivos para fazer exercícios na gravidez incluem o fato do exercício ajudar a:

  • Aliviar ou prevenir dores nas costas;
  • Diminuir o inchaço das pernas e dos pés;
  • Reduzir o risco de diabetes gestacional;
  • Reduzir o risco de hipertensão na gravidez que pode levar a uma doença chamada de pré-eclâmpsia;
  • Diminuir as chances de engordar muito durante a gravidez.

Além disso, a grávida que pratica exercício físico tem mais energia e humor, dorme melhor durante a noite e fica com mais força muscular, flexibilidade e resistência.

Os exercícios na gravidez devem ser sempre orientados por um educador físico e obstetra e não prejudicam o bebê quando a gestante pratica exercícios de baixa intensidade que estão recomendados durante a gestação como caminhada, pilates, musculação ou natação.

 

Quando começar os exercícios na gravidez

O exercício físico na gravidez pode ser feito desde o início da gestação, no entanto, antes de começar os exercícios, a grávida deve consultar o obstetra, pois em alguns casos, a prática de exercício físico não é recomendada como em caso de problemas cardíacos ou pulmonares, sangramento vaginal ou risco de parto prematuro.

Depois do obstetra liberar a prática de exercícios, a gestante deve ter alguns cuidados como:

  • Alongar sempre antes e depois dos exercícios.
  • Beber muito líquido para ficar hidratada durante o exercício;
  • Evitar o superaquecimento.

Além disso, se a grávida não praticava exercício antes da gravidez, deve começar apenas com 10 minutos de exercício por dia, aumentando até chegar pelo menos aos 30 minutos por dia. Se a gestante já praticava exercícios antes de engravidar, pode continuar a exercitar-se ao mesmo nível, desde que se sinta confortável e o médico ou educador físico concordem.

 

Quais os exercícios que a grávida pode fazer

Um ótimo exercício para grávidas é a caminhada, pois ela fornece condicionamento aeróbico moderado, com o mínimo de stress sobre as articulações. Outras boas opções incluem musculação com baixo peso e mais repetições e pilates.

 

Fonte: www.tuasaude.com

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

2015 © Copyright - Dr. Francisco Gonzaga por Tribo Creative

Para Emergências Ligue: (19) 3542-2700